Conforme especulações nas últimas semanas, a Irlanda nos traz duas novidades em relação ao processo do visto de estudo com permissão de trabalho para Brasileiros:

Agendamento online para tirar o GNIB:

Instaurou-se, finalmente, um sistema de agendamento online na imigração para o tão sonhado GNIB, evitando assim as longas filas que se formavam na Burgh Quay antes mesmo do dia amanhecer no centro de Dublin.

Os agendamentos estarão disponíveis a partir de 15 de setembro. O processo é simples:

Basta  acessar o site (http://burghquayregistrationoffice.inis.gov.ie/), escolher o dia e a hora e levar a confirmação que você receberá por e-mail impressa.

fila

Não será mais necessário enfrentar enormes filas para tirar o GNIB 

Fonte oficial: http://www.inis.gov.ie/en/INIS/Pages/new-immigration-appointment-system

 

Nova forma de comprovação dos 3 mil euros:

A partir de 1 de setembro, os alunos não abrem mais uma conta irlandesa para comprovar os 3 mil euros exigidos pelo governo, tendo algumas alternativas:

a)      O estudante dirige-se ao Post Office na Irlanda para solicitar o Money Order. Basta levar o dinheiro em espécie e informar ao agente que você precisa gerar um Postal Order na quantia de 3.000 euros. Eles irão gerar 5 cheques (a quantia máxima de cada cheque é de 650 euros, ou seja, 4 cheques de 650 euros + 1 cheque de 400 euros) e você pagará 3,70 por cheque, um total de 18,50 euros. Você receberá os cheques e uma comprovação desses depósitos, e o dinheiro ficará retido.
Com os cheques e a comprovação dos depósitos mãos, totalizando 3.000 euros, você comparece na imigração conforme o agendamento online e apresenta os documentos para conseguir o seu GNIB. No dia seguinte, já é possível voltar ao Post Office para entregar os cheques e pegar o dinheiro de volta.

b)      Dois extratos de uma conta bancária de seu país de origem, um emitido nos últimos 30 dias e outro mais antigo, com o saldo final no valor equivalente a no mínimo 3 mil euros. O extrato deverá conter datas, valores, o nome do estudante e traduzido para o inglês. O aluno também precisará apresentar um cartão do banco desta mesma conta em seu nome para completar a comprovação.

c)      Extrato do cartão pré-pago (mais conhecido como VTM). Esse extrato deverá conter o nome do aluno e a quantia mínima exigida, e o aluno também deverá apresentar o cartão com o seu nome para completar a comprovação. Normalmente, cartões pré pagos não são emitidos nominalmente, mas a Agência Mundi começará a emitir os cartões nominais dos alunos que optarem pelo VTM Mundi.

d)      Extrato de uma conta bancária na Irlanda, caso o estudante opte por abrir uma conta corrente regular. Lembrando que contas de estudante não são mais abertas, então optando por este caminho o aluno pagará as taxas de manutenção de conta normalmente. Para abrir a conta corrente na Irlanda, é necessário ter um comprovante de residência de conta de consumo (já que a apólice do seguro governamental e a carta da escola não serão mais aceitos).

visa

Com estes novos processo, acreditamos que o processo do visto seja agilizado, já que hoje em dia os alunos precisam:

– chegar na Irlanda
– encontrar um endereço fixo
– solicitar a apólice do seguro governamental pelo correio e solicitar a Bank Letter na escola
– agendar a abertura de conta no banco / abrir a conta no banco
– aguardar o recebimento do cartão do banco e senha pelo correio
– depositar os 3 mil euros
– esperar a chegada do extrato / esperar o extrato ficar disponível online

Ou seja, vários passos serão cortados desse processo facilitando ainda mais a vida dos estudantes em Dublin!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *