“A Austrália sempre foi um sonho! Eu já tinha feito dois intercâmbios, porém Sydney sempre esteve nos meus planos. Decidi tudo no mesmo dia, depois de fechar o intercâmbio fui direto pra faculdade para trancar minha matrícula, em dois meses estava embarcando, foi tudo muito tão rápido que não deu tempo de ficar ansiosa. No aeroporto comecei a sentir aquele friozinho na barriga, mas estava determinada e tinha certeza da minha decisão. Meu voo fazia uma conexão na África do Sul, para minha sorte, conheci 03 estudantes que estavam indo também estudar em Sydney. Já começamos a conversar, formamos um grupinho e logo começaram os planos para aproveitar a cidade.

ste
Minha acomodação era em casa de família, eu tinha uma hostmother e uma hostsister, logo depois de conhecê-las fui encontrar meus amigos que fiz no voo. Meu primeiro passeio foi para uma praia super famosa em Sydney, chamada Bondi Beach. Logo aproveitei e fui surfar, porém quando estava em alto mar, ouvi uma sirene e todos os surfistas estavam voltando para areia. Não estava entendendo nada, por isso continuei remando contra às ondas, foi quando um salva-vidas veio de Jet-ski e me avisou que a sirene significava que os tubarões estavam vindo e precisava sair rápido da água. Nesse momento eu fiquei desesperada e comecei a remar pra areia e o salva vidas me acompanhando de Jet-ski – até hoje não entendi porque não sai da água no jet-ski e sim remando desesperadamente.

ste3

Outro passeio marcante foi para o parque Morisset, conhecido como “parque dos Cangurus”, onde podia dar cenoura ou pão para eles. Para chegar até lá era preciso fazer uma trilha caminhando por 2km, porém no meio você já encontra eles. Os bonitinhos são expertos, pulam na nossa frente pedindo comida e se você não desse comida eles ficavam te seguindo o tempo todo. Ao chegar no parque me deparei com vários cangurus, de todos os tamanhos, onde consegui, finalmente, alimentar todos eles, inclusive os filhotes que estava dentro da bolsa das mães, foi uma das minhas melhores experiências na Austrália.

Eu estudava 20 horas semanais, em média, 4 horas por dia. Já entrei com um nível intermediário de inglês mas consegui ter um excelente aproveitamento e logo mudei de nível, inclusive consegui uma nota muito boa no IETLS. Na minha primeira semana já sai pela cidade entregando currículos em bares e restaurantes, até que na segunda semana recebi uma ligação, consegui um emprego em um restaurante. Trabalhava fazendo salada, me divertia muito e convivia com diferentes nacionalidades assim praticando muito o meu inglês e fazendo muitos amigos. Fiquei nesse emprego até o final do meu intercâmbio. Infelizmente, precisei voltar pro Brasil por questões pessoais, mas a experiência que vivi lá foi suficiente para se tornar inesquecível.

De todos os intercâmbio que eu fiz, a Austrália foi com certeza a minha melhor escolha!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *